JUSTIFICATIVA

O circo é uma expressão artística, parte da cultura popular de extrema riqueza. A magia do circo nos remete a algo incrível, nos fazendo viajar na alegria dos palhaços, nas acrobacias dos malabares e na beleza das cores. Relatos trazem que esta arte difundida no mundo todo exista desde a antiguidade. Na China foram encontradas pinturas com quase 5000 anos mostrando contorcionista, acrobatas e equilibristas.  Durante o Império Romano, por exemplo, grupos de pessoas ganhavam a vida fazendo apresentações na rua, nas casas de famílias nobres ou até mesmo em arenas destinadas às apresentações (anfiteatros). Na Idade Média, grupos de malabaristas, artistas de teatro e bufões (comediantes) viajavam pelas cidades com suas apresentações. As manifestações artísticas eram de acordo com a aceitação do público, o que não agradava, não era mais mostrado naquela determinada região. Algumas atrações foram adaptadas ao estilo brasileiro. O palhaço europeu, por exemplo, era menos falante, usando a mímica como base, já no Brasil, o palhaço fala muito, utilizando de comédia sorrateira, e também de instrumentos musicais, como o violão.  Levando em conta essa enorme carga cultural o presente projeto visa salvaguardar a cultura popular brasileira liagada ao circo, atingindo diretamente o público que mais se encanta com este tipo de arte. O projeto levará o espetáculo circense A Fabrica de Sonhos a escolas da rede publica e promover a arte circense de forma gratuita. Antes de cada espetáculo será ministrado uma oficina de circo e uma palestra aos participantes sobre a importância da cultura. Com o apoio da Lei Rouanet, o projeto também busca formar novos artistas, apoiar a circulação, formação de plateia e levar o exemplo deles há 6 cidades. Além do espetáculo será realizado uma oficina onde crianças e adolescentes da rede pública poderão ter acesso a arte circense e uma palestra no intuito de incentivar novos talentos artísticos e também mostrar como a cultura transformou a vida dos artistas. A proposta, ainda, se enquadra nos objetivos expressados no art. 1° da Lei 8.313, sendo: I - contribuir para facilitar, a todos, os meios para o livre acesso às fontes da cultura e o pleno exercício dos direitos culturais; III - apoiar, valorizar e difundir o conjunto das manifestações culturais e seus respectivos criadores; VIII - estimular a produção e difusão de bens culturais de valor universal, formadores e informadores de conhecimento, cultura e memória; IX - priorizar o produto cultural originário do País. Para isso, o projeto se enquadra nos seguintes incisos do art. 3 da mesma Lei: II - fomento à produção cultural e artística, mediante: c) realização de exposições, festivais de arte, espetáculos de artes cênicas, de música e de folclore; e) realização de exposições, festivais de arte e espetáculos de artes cênicas ou congêneres;